Branding

Logotipo ou logomarca: Qual é o termo correto no marketing?

3 Mins leu

Sem dúvida, o meio publicitário tem “jargões” próprios que talvez causem dúvidas entre aqueles que não o conhecem muito bem. Dois deles podem ser confundidos para se referir ao nome ou símbolo de uma marca: logotipo ou logomarca.

Por isso, preparamos um texto com as principais informações sobre seus significados, empregos e o que eles representam.

Assim, você entenderá melhor os conceitos e saberá quando usar cada expressão.

Leia também:

Como criar uma marca do zero: 12 dicas imperdíveis

O que é Branding? Conheça de Uma Vez Por Todas Essa Estratégia!

Serviços de marketing digital e sua importância para as vendas

Qual é a diferença entre logotipo ou logomarca?

Logotipo ou logomarca

Apesar de parecer que essas palavras querem dizer a mesma coisa, isso não é verdade.

Então, para explicá-las com mais clareza, vamos inseri-las no contexto do design e da identidade visual.

Geralmente, a imagem de uma marca é composta por 2 itens: desenho e texto.

O logotipo corresponde à parte escrita, que é o nome grafado de maneira estilizada. Enquanto isso, a ilustração, o símbolo ou ícone é chamado de logomarca.

Aliás, um dos motivos do engano entre os dois termos é que, embora seja utilizado, “logomarca” é incorreto e redundante.

Isso acontece, porque é necessário observar a etimologia da palavra, formada por “logo” e “marca”.

“Logos” vem do grego e se traduz como “conceito” ou “significado” e “marca” é de “marka”, expressão germânica com o mesmo sentido.

Ao unir “logomarca”, o resultado é “significado do significado”, o que a torna repetitiva.

Mas, por ser tão usada, surgiu a distinção entre uma e outra, mesmo que possa ser substituída por apenas “marca”.

Portanto, “logotipo” é o certo, pois “typos” se traduz como “símbolo” ou “figura”. Ele pode ser definido como “símbolo de um conceito”.

Por que os termos são tão importantes?

Em primeiro lugar, é útil saber que nem sempre uma empresa precisa dos dois elementos, logotipo ou logomarca, na composição.

Por exemplo, a Apple e a Coca-Cola são facilmente identificadas pelos seus logotipos.

No caso, a maçã mordida e a fonte característica, respectivamente.

Ou seja, você pode empregar as duas estratégias separadamente e, ainda assim, garantir bons resultados, como reconhecimento e lembrança.

Além disso, o nosso cérebro consegue assimilar ou guardar imagens com muito mais facilidade do que faz com textos escritos.

Por isso, um design bem elaborado, com cores, fontes e ilustrações exclusivas, cria uma individualidade relevante para o seu negócio.

Assim, ambas as peças ajudam a construir um relacionamento próximo com o consumidor, que vai te diferenciar entre os concorrentes.

Inclusive, certificar a qualidade de seus produtos e serviços, recomendar você para conhecidos e se interessar pelo que tem a dizer.

Na realidade, esses não são os únicos benefícios que a identidade traz para a sua marca.

Abaixo, listamos outros bastante interessantes e com mais detalhes.

Boa impressão

Para o cliente, gostar do que vê, lê ou ouve talvez seja decisivo na hora de comprar ou contratar.

Então, demonstrar que se preocupa com a apresentação da sua empresa é um diferencial, quase uma assinatura sua.

Aliás, esteja ciente de que isso não passa despercebido pelos visitantes que te procuram.

Credibilidade

O logotipo ou logomarca de um estabelecimento é muito mais do que uma simples composição.

Isso porque ele representa o que a marca deseja transmitir para a audiência.

Sendo assim, quando os consumidores visualizam o seu logo, eles devem reconhecer o valor que existe por trás daquela imagem.

Ou seja, tudo que o seu negócio oferece para fazer a diferença na vida do freguês.

Dessa forma, ele ganha mais credibilidade no mercado e atrai cada vez mais pessoas, inclusive novas.

Diferenciação no mercado

O destaque que sua companhia conquista em relação à concorrência é fundamental e requer muita atenção.

Afinal, você deve investir em um logo que transmita o espírito da empresa para ter boas avaliações e melhor reputação.

Memorização do público

Como dissemos, a identidade visual é capaz de transmitir confiança e profissionalismo, quando bem elaborada.

Além disso, esse conjunto de elementos, incluindo logotipo ou logomarca, também é empregado para atrair a audiência desejada pela marca.

Por fim, ainda consegue chamar a atenção e fixar a empresa na mente dos consumidores.

Cores, fontes e ilustrações características ficam assinaladas e se tornam sua referência, pois, claramente, estão falando sobre você.

Aprendeu a identificar os dois termos?

Então, é hora de avaliar o seu estabelecimento e saber como melhorar sua identidade a fim de cativar sua clientela.

Saiba como desenvolver o design da sua empresa:

62 Postagens

Sobre o autor
Diretor e Cofundador da Agência Site Bem Feito.Palestrante marketing digital e apaixonado por empreendedorismo, é também especialista em inbound marketing e tem ajudado dezenas de pequenas e médias empresas a expandir seus resultados.
Artigos
Postagens relacionadas
Branding

Como criar uma marca de sucesso em 4 etapas

3 Mins leu
Para saber tudo sobre o assunto e se destacar entre a concorrência, continue lendo o artigo completo que preparamos.
Branding

Como Registrar Minha Marca em 5 Passos

3 Mins leu
Antes e durante a abertura de um negócio próprio, é comum que os empreendedores tenham dúvidas entre as diversas etapas. Por exemplo,…
Branding

O que é Branding? Conheça de Uma Vez Por Todas Essa Estratégia!

3 Mins leu
Branding é uma estratégia incrível que pode trazer grandes benefícios para as organizações. Saiba mais!
Inscreva-se e receba mais conteúdos incríveis
como esses direto em seu e-mail.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.