Google ADS: O que é e como utilizar esta ferramenta?

Google ads

O Google Ads, antigamente chamado de Google Adwords, é uma das principais ferramentas de publicidade na internet, gerando resultados para as empresas nas campanhas do Marketing de Conteúdo.

O sistema de publicidade é feito a partir de algoritmos que calculam o Custo por Clique (CPC) ou Custo por Mil Impressões (CPM).

Ou seja, ambos são visualizados em páginas de pesquisas relacionadas às palavras-chave pesquisadas em formato de link.

Independente do orçamento do anunciante, a plataforma consegue estabelecer de uma maneira mais assertiva e segmentada.

Para se ter uma ideia, a receita publicitária do Google Ads, em 2016, foi de U$79 bilhões de dólares.

A plataforma de anúncios do Facebook que ficou em segundo lugar, por exemplo, está bem atrás com U$26 bilhões.

Como funciona o Google ADS?

O Google Ads é simples, funcional e intuitivo!

Esta plataforma – se bem utilizada – pode se tornar um grande aliado em sua estratégia de marketing.

Para entender como funciona essa plataforma é necessário entender duas coisas fundamentais: a Rede de Pesquisa e a Rede de Display.

Além disso, vale ressaltar a importância de aumentar as chances de conseguir bons resultados. E principalmente, as funcionalidades de criação e publicação dos anúncios.

Toda vez que um usuário faz uma pesquisa no Google, o Adwords realiza um leilão pela palavra-chave pesquisada. Isso determina quais anúncios, e em qual ordem os resultados da busca serão exibidos (SERP).

Os anúncios são classificados juntamente com outros anunciantes, baseando-se na classificação do anúncio (AD Rank), que é determinado segundo o lance máximo de CPC e Índice de Qualidade.

Resumindo, independente do lance do anunciante que esteja abaixo de você, caso o seu Índice de Qualidade seja maior, sua classificação será melhor que a dele.

Tipos de anúncios do Google ADS

Rede de Pesquisa

A Rede de Pesquisa é composta pelos resultados de busca do Google e de sites parceiros de busca, como UOL, Terra e sites menores que contam com mecanismos de busca internos, e fazem parte da rede de afiliados, como o Google AdSense.

Ao usar a Rede de Pesquisa, os anúncios são exibidos em áreas de destaques nas páginas de buscas – normalmente nas 4 primeiras posições.

Já para as palavras-chave de alta concorrência, também nas últimas 3 posições.

Além disso, a principal vantagem de anunciar na Rede de Pesquisa é que os anúncios são segmentados, isto é, exibidos somente para pessoas interessadas no produto/serviço.

Isto faz com que aumente a chance de receber um clique!

Rede de Display (h3)

A Rede de Display é composta por milhares de sites de diversos segmentos e sites específicos do Google, como Gmail, Blogger, Youtube, entre outros.

Além do mais a rede também inclui sites e aplicativos para dispositivos móveis!

Com a Rede de Display, o anunciante pode atingir uma extensa gama de clientes através da exibição de anúncios com diversos formatos:

  • texto;
  • gráfico;
  • rich;
  • media;
  • vídeos.

Portanto, colocar esses anúncios para pessoas com muitos interesses e em todos os funis de venda é relevante para a venda do produto.

Por fim, é possível acompanhar os resultados durante o processo, assim como na Rede de Pesquisa.

Pelo Google Shopping

Ao anunciar um produto no Google Shopping é necessário enviar os dados dos produtos para o Google Merchant Center, utilizando um feed de dados.

É comum enviar um arquivo XML com todas as especificações dos produtos.

Após fornecer as informações, o Adwords poderá criar anúncios, que serão exibidos na Rede de Pesquisa e de Display.

Vale ressaltar que esse tipo de anúncio se difere dos outros, haja vista que conterá:

  • foto do produto;
  • preço;
  • nome do produto;
  • além de outras informações essenciais.

Essa ação faz com que o resultado seja mais direcionado e os leads mais qualificados, já que o cliente tem a informação nas mãos.

Youtube

O Youtube é a plataforma mais usada no mundo, com mais de um bilhão de usuários.

Em todos os vídeos é comum você ter que esperar um anúncio terminar para ver um vídeo do seu interesse.

Nele, o anunciante consegue segmentar o seu produto/serviço, levando em conta:

  • idade;
  • sexo;
  • local;
  • interesse do usuário;
  • entre outras opções.

Gmail

No Gmail, os anúncios costumam ficar expostos na parte superior das pastas da interface do Gmail “Promoções” ou “Social”.

Isto facilita o desenvolvimento dos anúncios para alcançar o público-alvo, destacando entre os 25, 50 ou 100 e-mails na caixa de entrada.

Curtiu o post?

Aproveite hoje mesmo para colocar em prática o que você aprendeu e visite nosso site!

Lá você encontrará materiais muito interessantes sobre o assunto, e Dicas de Marketing Digital e Vendas.

Compartilhe nas redes sociais!

1 comentário em “Google ADS: O que é e como utilizar esta ferramenta?”

  1. Pingback: Marketing de Busca: o que é e como implementar – Sales New | Blog de Vendas e Inbound Marketing

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *