E-mail Marketing

Comprar lista de e-mails: Por que evitar

3 Mins leu

Comprar lista de e-mails é uma prática ainda muito usada no marketing digital, e mesmo não sendo recomendada, algumas pessoas seguem com esse hábito com a ilusão de ser mais fácil do que começar uma lista do zero.

Alguns tentam justificar-se dizendo: “tenho uma lista de e-mail tão grande que não tem como pelo menos algumas pessoas abrirem e acabarem se interessando”, mas não é bem assim que funciona.

O grande problema, é que isso pode prejudicar a imagem da sua empresa, pois ela pode será vista como spammer.

Veja nessa matéria três motivos sobre o por que comprar lista de e-mails pode levar a sua estratégia direto para o buraco!

Quem não te conhece verá os e-mails como spam

Como se sente quando uma empresa de empréstimos (que você não conhece) te liga no meio do dia e oferece um valor que está “disponível” pra você? Não sente uma certa sensação de invasão?

Acontece a mesma coisa com o e-mail marketing.

Quando usamos uma lista fria, os destinatários não sabem como sua empresa conseguiu o e-mail deles. Isso consecutivamente, causa uma péssima sensação, já que precisamos lidar diariamente com o excesso de informações chegando a todo momento, como e-mails, Facebook, Skype, WhatsApp, SMS, etc.

Com isso, qualquer mensagem não autorizada se torna mais uma interrupção, causando um incômodo.

Apenas isso, já traz uma influência negativa nos resultados.

Além disso, os serviços de e-mail estão ficando mais inteligentes. Por isso, há uma boa chance de muitos usuários marcarem sua mensagem como SPAM e, ao fazerem isso, a reputação da sua empresa será prejudicada.

Assim, os próximos envios de e-mail terão uma grande possibilidade de cair direto na caixa de SPAM, e até mesmo as pessoas que gostariam de receber mensagens da sua empresa, não receberão.

Listas compradas geralmente são de péssima qualidade

Contatos de uma lista de e-mails comprada, em geral, tem uma qualidade muito ruim. Primeiro porque, as pessoas dessa lista já devem ter recebido diversos e-mails de outras empresas que também compraram a lista.

Se for esse o caso, a chance é bem grande de seu e-mail não ser visto no meio de vários outros ou até mesmo ser marcado como SPAM.

Em segundo lugar, geralmente, essas listas têm muitos e-mails que foram desativados ou não existem.

Então, quando você envia um e-mail, os serviços de disparo já identificam o “erro” e interpretam como um sinal que a lista não está atual ou que não foi construída com qualidade.

Resultado: sua empresa vai para grupos rotulados com de baixa reputação e, nos próximos disparos, o serviço usará uma infraestrutura que já está “queimada”.

Outra coisa a considerar, é que a lista pode estar desalinhada com público-alvo.

Para “engordar” a lista e tentar fazer ela valer mais, são incluídos todos os tipos de e-mail e acabam entrando perfis que não possuem qualquer relação com o negócio da sua empresa.

Serviços de e-mail com boa reputação não irão autorizar o envio

Conforme falamos nos dois tópicos anteriores, listas de e-mail compradas apresentam taxas de marcação de SPAM e de erros de entrega muito altas, o que prejudica a reputação do servidor de envio.

Sabendo disso, os serviços de e-mail proíbem a importação de listas compradas, procurando garantir sua reputação e qualidade na entregabilidade.

Portanto, de duas uma: ou o serviço não vai autorizar o envio, ou então autoriza tudo.

Mas, em função de permitir esse envio, seus servidores já devem ter uma reputação ruim com os provedores de e-mail e, assim, terão uma entregabilidade muito baixa.

E tem mais…

Há quem acredite que possa burlar as ferramentas de e-mail, afirmando que tem uma lista própria e não comprada.

Mas, os bons serviços de e-mail marketing têm mecanismos próprios para identificar isso.

Assim, o envio de e-mail é feito aos poucos, em pequenos lotes, e com resultados ruins a campanha é interrompida.

Então, o que fazer?

Considere por não comprar lista de e-mails e opte sempre por criar sua própria lista de e-mails.

Ainda que isso dê um pouco mais de trabalho, no final os resultados vão valer a pena.

Gostaria solicitar um bate-papo gratuito sobre o assunto?

Postagens relacionadas
E-mail Marketing

Quais Tipos de E-mail Marketing Devo Usar em Minhas Campanhas?

3 Mins leu
Confira agora alguns tipos de e-mail marketing para você criar uma campanha poderosa e usar no relacionamento com seus clientes e sua…
Inscreva-se e receba mais conteúdos incríveis
como esses direto em seu e-mail.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *